Entenda as diferenças entre as tarifas de passagens aéreas



Por Lorena Ávila
Categoria: Gestão de Viagens

Share this Post



A variação brusca dos preços das tarifas aéreas, muitas vezes em questão de minutos, se transformou em um enigma para a maioria dos viajantes e gestores. Neste texto, vamos explorar os motivos das mudanças de valores e algumas estratégias para economizar.

Comecemos do começo: quem define os preços das passagens são as companhias aéreas, só elas. Há alguns anos, o principal fator influenciador nos preços era a antecedência. Isto é: quanto mais cedo a compra, melhores as condições.

Mas as coisas mudaram. Atualmente, as empresas levam em consideração muitos outros itens, como ocupação, estratégias de marketing ou de mercado, demanda e, também, antecedência. A quantidade de influências explica um pouco a alta variação de preços.

Além disso, as alterações acontecem online/ ontime. Portanto, o tempo de aprovação de um pedido pode ser crucial para aproveitar uma oportunidade. E é sobre oportunidades que vamos falar agora.

Conheça os hábitos de sua empresa

Peça ao seu executivo de conta que faça um estudo sobre os trajetos mais utilizados em sua empresa e o ticket médio de cada um deles. Com o cruzamento dessas duas informações, você terá uma média do quanto gasta por viagem.

Por exemplo, sabendo que a sua empresa pagou, em média, 50 dinheiros na ponte aérea Rio x São Paulo, fica mais fácil identificar oportunidades e fechar rapidamente novas compras. A velocidade da tomada de decisão praticamente garante preços mais em conta.

Sobre antecedência

Outro estudo que pode gerar economia está relacionado à antecedência de compra. Alguns percursos podem sair mais em conta se comprados com menos antecedência. Em outros, acontece o contrário. Chame novamente o seu executivo de conta e peça a ele um relatório que cruze trajetos, valores e data de compra.

Estas informações permitirão à sua empresa uma estratégia mais refinada de compra. Se os gestores sabem que o percurso POA x Florianópolis sai mais em conta dois dias antes da viagem, podem adaptar a Política de Viagem e tornar o processo de decisão mais simples e direto.

Seja rápido

Por fim, utilize sempre o sistema, ferramentas em telefones celulares e tenha definido com clareza em sua Política de Viagem o fluxo de aprovação. Com os relatórios sugeridos acima, o viajante ou gestor poderão comprar assim que se perceberem diante de uma oportunidade. Sem demora, sem e-mails, e com economia.

Mais uma vez, obrigada pela atenção. Espero que essas dicas sejam úteis para o seu dia a dia.




Veja outros posts na nossa página de dicas:

Dicas de Gestão de Viagens Corporativas



PODEMOS AJUDAR SUA EMPRESA A ECONOMIZAR


Preencha os dados abaixo e receba uma proposta para reduzir seus gastos com viagens corporativas:




Continue lendo