Como economizar sem deixar de viajar?

Dica 4




Conforme prometido, o assunto de hoje é análise de indicadores e sua importância no controle de custos.

Números: ou você ama ou você não entende nada, não é mesmo?

Sim, mas não temos como falar de economia sem falar de indicadores.

É fundamental para uma economia inteligente conhecê-los e, então, através deles, montar um planejamento e uma estratégia mais eficaz. E a dica de ouro é: focar nos maiores custos.

Você sabe onde estão concentrados seus maiores custos com viagens?


Não adianta ter um monte de relatórios e não ter métricas que vão de acordo com sua necessidade.
<p>
Para isso é primordial conhecer bem os números, o processo e então ver onde se está gastando mais. 
<p>
E o melhor! Você não precisa fazer isso sozinho. Temos muitas ferramentas que auxiliam.

tarifa por dia de embarque

Já temos e utilizamos a tecnologia a nosso favor. Invista em um bom BI (Business Intelligence).

O BI lhe mostrará os gargalos. Ele lhe apresenta tudo o que acontece no processo, em tempo real.
<p>
Exemplos: maiores custos de hospedagens por bairros, trechos mais caros por companhia aérea, dias mais baratos para se voar, economia por antecedência de compra, motivo da viagem, entre outros. 

Image

Com essas informações, você poderá estudar novas alternativas para equilibrar os custos.

Lembre-se, quando o assunto é economia, deve-se pensar em economia inteligente, deve ter análise, planejamento e conhecimento do negócio.

Ficou interessado sobre o BI?

Solicite uma apresentação. Estamos à disposição e prontos para ajudar!

Dedra Freitas




Veja outros posts na nossa página de dicas:

Dicas de Gestão de Viagens Corporativas



PODEMOS AJUDAR SUA EMPRESA A ECONOMIZAR


Preencha os dados abaixo e receba uma proposta para reduzir seus gastos com viagens corporativas:




Continue lendo